O caminho para 21 segundos: estudo de caso de um nadador Olímpico de 2016

O 50m livre é a prova mais rápida da natação e a capacidade de nadar para 21s se tornou imperativa para o sucesso em eventos internacionais. Este estudo mostra o caminho percorrido por ítalo Manzine para atingir a sonhada marca dos 21s nos 50m livre. Carga externa de treinamento, força fora e dentro da água, composição corporal, técnica, desempenho competitivo e a inter relação desses indicadores são pontos centrais abordados e discutidos no estudo. Resultado: A marca abaixo de 22s foi atingida por uma redução do tempo de nado (sem alterações na saída), que foi influeciado pelo aumento do comprimento de braçadas. Também foi observado um aumento expressivo da sua força fora e dentro da água (nado atado), possivelmente ligada à combinação de adaptações neurais e morfológicas. Quer saber mais sobre os detalhes?

CLIQUE PARA LER A PUBLICAÇÃO